Projeto

Unindo o discurso político à plástica e fazendo uso de plataformas poéticas, o Projeto Raiz Forte quer provocar reflexões sobre as intervenções capilares realizadas, ou não, pelas mulheres negras, sejam estas mudanças motivadas por questões profissionais, afetivas ou para inserção em determinado grupo social. Ao ampliar e difundir o patrimônio cultural existente em torno dos valores simbólicos dos cabelos crespos, a presente iniciativa está valorizando os modos de fazer, de criar e de viver das mulheres negras brasileiras.

Além de valorizar as referências negras femininas, a presente iniciativa é uma ação afirmativa que incentiva o intercâmbio entre mulheres de diversas faixas etárias  e possibilita a transmissão de saberes sobre a cultura afrobrasileira enquanto importante elemento da diversidade cultural capixaba e brasileira. Dessa forma, os diversos conteúdos aqui veiculados contribuem com a valorização das raízes negras e com o fortalecimento da cultura afrobrasileira no Espírito Santo, no Brasil e no exterior.

O Projeto Raiz Forte conta com recursos do Fundo Estadual de Cultura do Espírito Santo por meio do Edital de Valorização da Diversidade Cultural Capixaba (Edital nº32/2014 Secult).

 

Sobre a Web Série Raiz Forte
Contendo três episódios, a Web Série Raiz Forte traz registros e relatos de mulheres negras residentes no Estado do Espírito Santo acerca da estética afrodescendente. Contemplada pelo Edital de Web Séries do Programa Rede Cultura Jovem de 2012, essa produção audiovisual possibilita a reflexão sobre os espaços sociais nos quais a mulher negra transita desde a infância, oferecendo representações que reforçam ou não estereótipos e experiências do negro com o seu cabelo e o corpo.
Fruto de uma colaboração entre a pesquisadora e fotógrafa Charlene Bicalho, o artista multimídia Msensorial e o diretor de arte Pedro Ribeiro foi produzida em parceria com o coletivo Compartilhe Ou Nada! e com apoio do Blog Garganta.

Exibições
2ª Mostra de Curtas Araçá, Novembro/2014, São Mateus– ES
Grupo de Mulheres Negras Capixabas, Maio/2014, Vitória – ES
Noite Brasileira com Charlene Bicalho, Abril/2014, Lisboa – Portugal.
Primavera nos Museus, Novembro/2013, Escola de Ensino Fundamental e Médio Baixo Quartes, Linhares – ES.
I Festival de Artes Afrodiaspóricas, Dezembro/2012, Universidade Federal de Ouro Preto – MG.
V Seminário Nacional de Educação das Relações Raciais Afro-brasileiras, Novembro/2012, Universidade Federal do Espírito Santo.
Encontro das Trançadeiras do Rio de Janeiro, Novembro/2012, Rio de Janeiro – RJ.
Faculdade Estácio de Sá, Novembro/2012, Vitória – ES.
8ª Semana de Arte e Cultura do Ponto de Cultura Mirante Novembro/2012, Vitória – ES.
Projeto Pérola Negra, Novembro/2012, Escola Bartouvino Costa, Linhares – ES.
EMEF Padre Anchieta, Outubro/2012, Vitória – ES.
Museu Capixaba do Negro, Outubro/2012, Vitória – ES.

Exposições
Horizonte, novembro/2013 a janeiro/2014, Vitória – ES.
Mulheres Negras: obscure beauté du Brésil, Abril/2014, Besançon – França.

Premiações da Web Série Raiz Forte
Mensão Honrosa do Festival Vitória Cine Vídeo, Novembro/2014, Vitória – ES.
Edital de Valorização da Diversidade Cultural Capixaba, Secult-ES, 2014.
Edital Bolsa Ateliê, Secult-ES, 2014
Edital Programa Rede Cultura Jovem, Secult-ES, 2012.

A partir do registro de histórias de personagens reais, o Projeto Raiz Forte promove a visibilidade do universo negro e feminino através dos cabelos. Por meio de fotografias, vídeos e textos, são investigadas as adaptações que as mulheres negras sofrem, ainda nos dias de hoje, para “adequarem” seus cabelos a padrões estéticos eurocêntricos. Iniciado em 2012 tendo como sua primeira ação uma web série homônima, o Projeto Raiz Forte faz uso de diferentes linguagens para promover as referências afrobrasileiras a partir da pesquisa junto a mulheres que construíram suas identidades negras a partir da afirmação estética e da aceitação do cabelo crespo.