Mulher negra: afetividade e solidão

 

Mulher negra: afetividade e solidão

Livro “Mulher negra: afetividade e solidão” será lançado em Salvador. “Há uma representação social baseada na raça e no gênero, a qual regula as escolhas afetivas das mulheres negras.” O livro é inspirado na mulher negra e mestiça que estaria fora do “mercado afetivo” e naturalizada no “mercado do sexo”, da erotização, do trabalho doméstico, feminilizado e “escravizado”; em contraposição, as mulheres brancas seriam, nessas elaborações, pertencentes “à cultura do afetivo”, do casamento, da união estável.